Pular para o conteúdo principal

JBoss AS 7 - Instalação e Configuração

Olá pessoal, hoje iremos ver como instalar e configurar o JBoss AS 7, este é um dos Containers Java EE mais utilizados no mercado.

O que são Containers? 

Toda aplicação Java EE roda em cima de um Container, este é responsável pelo processamento e execução dos recursos que a especificação Java EE fornece, como por exemplo Servlet API, EJB, JMS, entre outros recursos da especificação.

No mercado basicamente existe 2 categorias de Containers, que são elas:
  • Java EE Containers: Estes dão suporte a toda especificação Java EE, são servidores robustos e com alta capacidade de execução, os mais populares e difundidos são: JBoss AS, Weblogic, IBM Webshepre, Apache Geronimo e Glassfish.
  • Web Containers: Estes são voltados para execução de aplicações web, os mais populares e difundidos são: Apache Tomcat e Jetty.
O JBoss AS

O JBoss AS é um Container Java EE e possui 2 segmentos de distribuição, um OpenSource e outro mantido pela RedHat, para maiores informações sobre ambas as distribuições visite os links abaixo:

http://www.jboss.org/

http://br.redhat.com/products/jbossenterprisemiddleware/

Neste tutorial iremos utilizar o JBoss AS 7 OpenSource.

Instalação e Configuração

Antes de tudo temos que efetuar o download  do JBoss, para isto, vamos acessar a página oficial do Container http://www.jboss.org/jbossas, e ir na opção Download, as seguintes páginas serão exibidas:


Página oficial do JBoss AS 7.


Página de Download com todas as versões disponíveis.

Atualmente a última versão estável do JBoss AS é a 7.1.1.Final, o JBoss segue o padrão de muitos outros softwares de desenvolvimento, onde basta efetuar o download e descompactar em um local desejado.

Após descompactar o arquivo, teremos um diretório chamado jboss-as-7.1.1.Final com o seguinte conteúdo:

Diretório de instalação do JBoss AS 7.
O próximo passo é configurar a variável de ambiente JBOSS_HOME, a tela de configuração de variáveis de ambiente é como a abaixo:
Tela de configuração de variáveis de ambiente no Windows.

Após todos os passos de instalação e configuração, agora iremos subir o serviço e analisar o funcionamento do Application Server, no Windows, basta executar o arquivo %JBOSS_HOME%/bin/standalone.bat, um prompt de comando será exibido:


Prompt de comando exibindo mensagens de log de inicialização do JBoss AS.

O JBoss como a maioria dos servidores web aloca uma porta para receber as solicitações, por default, esta porta é a 8080, então caso já exista outro serviço funcionando nesta porta, devemos especificar uma outra que esteja disponível, ou parar o serviço atual para que o JBoss posso alocar a 8080.

Para testar o funcionamento iremos acessar a tela inicial do JBoss, que é http://localhost:8080/, a seguinte tela será exibida:

Tela incial do JBoss AS 7.
Para acessar a tela de administração, basta clicar na opção Administration Console,  no primeiro acesso, será exibido uma tela fornecendo passos para criação de um usuário para a utilização, a tela exibida é como a abaixo:

Tela com passos para criação de usuário para a utilização do Administration Console.

Após a criação do usuário devemos acessar novamente o Administration Console,  e fornecer os dados de autenticação, agora a tela de administração será exibida:

Tela inicial do Administration Console do JBoss AS 7.
Com todos estes passos executados, o JBoss AS 7 esta pronto para a utilização e execução de aplicativos Java EE.

Até a próxima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Utilizando LocalDate, LocalDateTime e LocalTime na Prática

Tudo bem pessoal, hoje iremos avaliar e analisar operações de manipulação de Datas envolvendo a JavaTime API introduzida no Java 8.

Exemplos da java.time API
Já se passaram alguns anos desde o lançamento do Java 8 e mesmo após este período, há empresas que desconhecem o poder da java.time API, esta foi uma nova API de datas introduzida no Java 8 visando resolver problemas que tínhamos com as velhas classes Date e Calendar.

Vamos mostrar vários exemplos práticos do uso da API:
Criação de objetos No exemplo abaixo, estamos criando os objetos para manipulação de datas, perceba que temos 3 tipos, sendo LocalDate para manipular datas, LocalDateTime para manipular data/hora e LocalTime para horas:
LocalDate localDate = LocalDate.now(); LocalDateTime localDateTime = LocalDateTime.now(); LocalTime localTime = LocalTime.now();
Utilizando formatação Aqui realizamos a operação de formatação, perceba que não foi necessário utilizar a classe SimpleDateFormat, que usaríamos em conjunto com D…

Lendo e Manipulando arquivos CSV com Java

Olá hoje veremos como realizar a leitura e manipulação de arquivos CSV com Java, mostrando que as novas versões da plataforma Java deixaram algumas tarefas simples de serem realizadas.

Exemplo de Arquivo Hoje em dia é comum ao realizar integrações ou carga de dados o uso de arquivos CSV, isto porque, este arquivo possui uma estrutura de fácil entendimento e simples de manipular na maioria das plataformas de desenvolvimento.

Para realizar a leitura dos dados vamos manipular um arquivo com as seguintes colunas: namecpfagephone address:

name;cpf;age;phone;address caio;123456789;20;1145223643;AvenidaPaulista vinicius;147852369;18;1125253625;AvenidaManoel sandra;963258741;30;1174587858;RuaTeixeira regina;125478522;40;1145254536;RuaFernando fernando;785245563;42;1145253669;RuaPereira augusto;456123014;50;1125363633;AvenidaPaulinia maria;456123789;10;1125455525;AvenidaNossaSenhora
Para representar os dados em objetos Java iremos utilizar a seguinte classe:

importlombok.AllArgsConstruc…

Versionamento de Banco Dados com Flyway

Olá pessoal, hoje iremos analisar e aprender como realizar o versionamento e gerenciamento das bases de dados relacionais utilizando o framework Flyway.

Versionamento de Banco Dados Ao trabalhar com desenvolvimento de sistemas é comum realizarmos o versionamento, isso porque uma aplicação pode necessitar de correções, novas funcionalidades e evoluções, onde para garantir a compatibilidade e cuidar do seu ciclo de vida, geramos versões onde é especificado quais itens estão presentes em cada release.
Vamos imaginar seguinte cenário: Sistema ERP1.0.0: Entrega dos módulos Financeiro e RH;1.1.0: Entrega do módulo Contas a Receber. Perceba que a ideia é controlar o que cada versão possui de diferente, e para controlar essas mudanças no lado da aplicação existem várias técnicas e ferramentas, mas e para controlar as mudanças no lado do Banco de dados ? 
Para isso podemos utilizar ferramentas de versionamento que ajudam a realizar este controle, a ferramenta que iremos utilizar é o Flyway.
Con…